Skip to content

A RELAÇÃO DE ESTRESSE COM A DEBILIDADE E QUEDA DE CABELO

Homem branco com barba verificando a raiz do cabelo

As vezes, estar exposto a longos períodos de estresse não prejudica apenas nossa saúde mental. O estresse também afeta o bem-estar físico. E é precisamente sobre este ponto que apareça um tema que gera muita angústia: a queda de cabelo.

Ainda que o chamado estresse capilar possa ser temporal e desaparecer junto aos focos que causam tensão, é importante ir a um especialista e prestar bastante atenção a este tema, já que a perda de cabelo pode se desencadear por diversas razões, assim que o recomendável é que você revise esta causa com certa cautela.

Quais são as causas da queda de cabelo relacionadas diretamente com o estresse?

Segundo a Associação Internacional do Controle do Estresse, ISMA (International Stress Management Association), o estresse é o mal do século XXI e já atingiu a boa parte da população mundial. Um dos seus efeitos no corpo é a queda de cabelo.

As causas da queda de cabelo podem ser muitas, como por exemplo:

  • Problemas em folículos pilosos;

  • Problemas no bulbo do fio;

  • Infecções;

  • Genética;

Por isso, é importante mencionar que, caso você esteja sofrendo com queda de cabelo excessiva, é importante buscar um profissional para que ele ou ela te ajude a solucionar seu caso de forma correta e saudável.

Como saber se você está sofrendo realmente de estresse capilar?

Vale a pena lembrar que, ainda que o ser humano normalmente perca entre 50 e 100 fios de cabelo ao dia e, em algumas temporadas, este número possa chegar a 200 fios aproximadamente, é importante aprender a reconhecer quando você esteja sofrendo de estresse capilar. Desta maneira você poderá atuar a tempo para evitar a queda de cabelo. Estes podem ser alguns sinais que você deve entender:

  • Queda excessiva de fios quando ao lavar ou pentear os cabelo

  • Se ao despertar você encontra pela manhã muitos fios no travesseiro

  • Perda de densidade e volume do cabelo (especialmente em mulheres)

  • Entradas grandes (especialmente em homens)

  • Doenças couro cabeludo ou couro cabeludo sensível

Se você acha que está sofrendo de estresse ou debilidade capilar, aqui te contamos o que fazer para curar isto

Atualmente é possível encontrar diversos tratamentos para alopecia dependendo da causa, porém quando se trata de estresse capilar, o primeiro que você deve fazer é determinar as situações e que nível emocional andam te afetando e, por sua vez, gerando a perda de cabelo excessiva. Isto você pode tratar diretamente em terapia psicológica + exercícios físicos, meditação e relaxamento.

Porém, paralelamente é fundamental que você também revise seus hábitos diários, tais como rotina de sono e alimentação balanceada, para que sua pele e seu cabelo recebam os nutrientes necessários.

Se você procurar saber quais são as vitaminas para queda de cabelo que te ajudarão a combater este problema, estas são:

  • Vitamina A: fortalece o cabelo e o torna mais elástico

  • Vitamina E: ajuda a deter a queda e também proporcionar ao cabelo brilho e suavidade

  • Vitamina C: previne o envelhecimento e o ressecamento gerado pelo estresse

Como fazer o cabelo crescer?

Ainda que o crescimento capilar dependa em geral de diversos fatores, inclusive em condições físicas normais, quando se trata de um crescimento que vem posteriormente de ter sofrido queda de cabelo bem seja por estresse, tratamentos, doenças, etc. e -tal como mencionamos ao início-, o melhor será que você consulte seu caso com um profissional de saúde expert no tema e além disso use um shampoo antiqueda ou um shampoo antiqueda e anticaspas, pois seus componentes são normalmente menos abrasivos ao serem livres de parabenos.

Adicionalmente, te recomendamos usar sempre que lave seu cabelo um condicionador, já que este ajuda na hora de pentear e fazer com que seus fios deslizem facilmente e assim evitando a quebra dos fios no instante em que você tem o cabelo molhado - que é quando o fio está mais frágil e suscetível à queda.

E não menos importante: esteja sempre atento ou atenta ao estado do seu couro cabeludo, já que ele promove o bem-estar das suas madeixas.

É hora de começar a cuidar da raiz da mesma forma que você cuida da sua fibra capilar, conheça nossos diferentes produtos para cabelo que serão uteis para este problema e também um bom complemento para este processo.