Skip to content

A CASPA É UM FUNGO?

Mulher com couro cabeludo com caspa

Existem muitos mitos e dúvidas quando o tema é a caspa, mas a realidade é que ela é algo mais fácil de se entender e tratar do que muitas pessoas imaginam. Quais são os sintomas da caspa? O que é a caspa de fato: um fungo ou uma bactéria?

Se este tema ainda é um pouco confuso para você, este artigo te ajudará bastante a desvendá-lo. Continue lendo e saiba mais sobre através das nossas informações abaixo:

O que é a caspa e o que causa sua aparição?

Primeiro de tudo: caspa é um incômodo capilar que aparece em muitas pessoas. Seu aparecimento não depende de gênero, idade ou raça, já que qualquer pessoa está passível de ter caspa.

A caspa não é uma bactéria, não é contagiosa e não é hereditária. Ela também não é em si um fungo, embora seja causada pela presença de um fungo que ocorre naturalmente, o malassezia globosa.

Quando o Malassezia decompõe o sebo em seu couro cabeludo, ele produz ácido oleico. Se o couro cabeludo for sensível a esse processo – assim como ocorre com cerca de 50% da população mundial – ele pode ficar irritado, ocasionando aquela sensação de couro cabeludo descascando (que nada mais é a descamação da pele e o aparecimento os sintomas que conhecemos, como coceira, comichão e irritação no couro cabeludo).

Como os sintomas da caspa aparecem?

À medida que seu couro cabeludo se torna irritado, ele responde da mesma forma que a pele em outra parte de seu corpo; portanto, você pode apresentar:

Coceira na cabeça
Couro cabeludo avermelhado
• Ressecamento
Couro cabeludo descascando

Os flocos de descamação são os sinais mais visíveis de caspa no couro cabeludo e você pode vê-los em seu cabelo e nos ombros. Isso acontece à medida que o corpo aumenta a taxa pela qual as células da pele se renovam, fazendo com que as células em excesso apareçam no couro cabeludo e descamem.

Embora esse possa ser o sinal mais visível, nem sempre é o primeiro. A coceira é geralmente o primeiro sintoma que aparece e pode agir como um sinal de advertência antes que os flocos surjam. Ressecamento e vermelhidão também podem aparecer antes, fazendo com que seu couro cabeludo pareça rígido.

Embora nem sempre sejam sinais seguros de caspa, eles são os principais sintomas a se procurar e agir como uma indicação para começar a usar um shampoo anticaspa para ajudar a tratar a irritação.

Sensibilidade à caspa

Se você for sensível a ela, seu couro cabeludo ficará irritado e aumentará a taxa na qual renova as células da pele em uma tentativa de se livrar do que o está irritando. isso faz com que as células da pele se unam, formando os flocos que associamos com a caspa.

Para as pessoas que sofrem de sensibilidade no couro cabeludo é recomendável que sempre prestem atenção na composição dos produtos capilares utilizados para que não sejam utilizados produtos agressivos neste tipo de pele e fio capilar. É importante também visitar regularmente seu médico dermatologista para controle rotineiro. Peles mais sensíveis requerem mais atenção.

Como eliminar o fungo causador da caspa?

O segredo mais potente na hora de acabar e/ou controlar o aparecimento da caspa é controlar a oleosidade do seu couro cabeludo. Uma ótima forma de conseguir este controle é fazendo uso de  shampoos anticaspa, já que eles atuam no cabelo e couro cabeludo para eliminar a caspa e evitar a formação dos agentes irritantes que causam este tipo de incômodo capilar.

Uma excelente dica de produtos significantes que atuam de forma potente no combate à caspa são os das linhas de Head & Shoulders, já que são shampoos feitos com pH balanceado e que possuem também piritionato de zinco, um poderoso agente que combate a seborreia, a bactérias e ao fungo Malassezia, causador da caspa.

Além disso, os produtos Head & Shoulders possuem um aroma encantador, que deixará seus fios capilares com um cheiro delicioso, além de proporcionar uma deliciosa sensação de frescor. Lembre-se que cuidar dos seus cabelos é cuidar de si mesmo; o autocuidado é essencial para uma boa qualidade de vida e você merece!